compartilhar:

Notícias

Unidades da Justiça do Trabalho deverão manter 30% dos servidores durante a greve

A Portaria nº 2.499 do Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul (TRT-RS) determina a manutenção, por parte das unidades judicíarias e administrativas, de no mínimo 30% dos servidores em efetivo exercício durante a greve. A finalidade é a manutenção das atividades essenciais, especialmente quanto às medidas judiciais urgentes, dando-se prioridade às audiências e procedimentos pertinentes aos alvarás, de modo a reduzir os prejuízos dos jurisdicionados.
 

As chefias deverão enviar diariamente à Direção-Geral de Coordenação Administrativa uma declaração, por meio eletrônico, do percentual de servidores que efetivamente compareceram ao serviço.
 

O Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Rio Grande do Sul (Sintrajufe/RS) informou ao TRT-RS que, em assembleia geral da categoria, foi aprovada greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (16).
 

A Comissão de Negociação da Greve do TRT-RS, presidida pelo desembargador Cláudio Cassou Barbosa, acompanhará e encaminhará soluções de eventuais incidentes decorrentes do movimento grevista.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social


VEJA MAIS

OUTRAS NOTÍCIAS

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: DÉFICIT OU SUPERÁVIT?

Embora não sejam divulgados os números do déficit de forma detalhada, maior fundamento daqueles que defendem...

APOSENTADORIA ESPECIAL

É uma espécie de aposentadoria por tempo de contribuição em que há redução do tempo de trabalho necessário...

A IMPORTÂNCIA DE SE REINVENTAR

O escritório Lima Advogados atua há 37 anos em favor dos direitos dos propagandistas-vendedores do Estado Rio...

Consulta Processual

Consulte Aqui Seu Processo